Presidente da Comissão Permanente de Meio Ambiente, Sustentabilidade e Mobilidade Urbana da Câmara, o vereador Marcos Papa (Cidadania) quer o Daerp elabore um Plano de Conservação para implementação de um sistema de água de reuso.

O objetivo é atender o Distrito Industrial proporcionando benefícios ambientais e econômicos significativos. Em resposta ao vereador, o Daerp informou que incluiu em seu planejamento plurianual 21/24 a reutilização das águas servidas para fins não potável.

A água de reuso criará um diferencial competitivo para o nosso Distrito Empresarial atraindo mais empresas, gerando mais empregos e poupando a água do nosso Aquífero Guarani”, enfatizou Marcos Papa, emendando que Ribeirão Preto já conta com uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) próximo a Zona Industrial.

Estudo de viabilidade 

Porém, para a reutilização, de acordo com o Daerp, precede estudo de viabilidade técnica, econômica e financeira, um projeto básico e executivo e a implantação em parceria com a Ambient, uma vez que a maioria das ações estará localizada nas instalações da planta de tratamento operada pela empresa, como o tratamento de adequação dos efluentes tratados em nível secundário e uma estação elevatória.

Para as instalações externas de condução da água de reuso para fornecimento aos usuários, o Daerp prevê linhas adutoras, reservatórios e ligações industriais específicas, que deverão ser instaladas próximas as demandas contratadas. Ainda em resposta ao requerimento parlamentar, o Departamento de Água e Esgoto destacou que um dos principais desafios no campo do estudo é a identificação das demandas.

Tarifa de venda

Estudo este que deverá identificar o mercado consumidor, a qualidade da água requerida, a quantidade de água necessária, atual e futura, e qual tarifa de venda será atrativa para este mercado. Por obvio, a venda da água de reuso a granel para caminhões pipa, de uso exclusivo para este transporte, para utilização em irrigação, lavagens de vias públicas, água de refrigeração e outros usos menos nobres, também devem ser incluídas no estudo de viabilidade econômico-financeira”, frisou o diretor técnico do Departamento de Água e Esgoto, Lineu Andrade de Almeida.

Ainda na resposta acrescentou: “Como a maturação de empreendimentos desta natureza envolve vários atores municipais e privados, além do Daerp, e uma série de estudos e projetos que devem ser encadeados até sua efetiva implantação, o Daerp, no cumprimento de seu planejamento estratégico plurianual, espera que até 2024 esteja com todos os elementos concluídos para este importante trabalho de alcance ambiental e econômico”.

Apontamentos

No requerimento, Papa destacou a Política Nacional de Recursos Hídricos, que estabelece diretrizes e gestão dos recursos hídricos, a Norma Técnica que trata da água de reuso, resolução do Conselho Nacional de Recursos Hídricos que estabelece critérios e o Manual de Conservação e Reuso da Água na Indústria do Sebrae.

Como o próprio Manual mostra, a indústria nacional está submetida a dois grandes instrumentos de pressão: de um lado, as imposições do comércio internacional pela melhoria da competitividade e, do outro, as questões ambientais e as recentes condicionantes legais de gestão de recursos hídricos, particularmente as associadas à cobrança pelo uso da água”, ressaltou o vereador Marcos Papa no documento, acrescentando que a disponibilidade hídrica de Ribeirão Preto vem do Aquífero Guarani e que são mais que necessárias iniciativas para redução do consumo.

Repercussão na imprensa:

Matéria publicada pelo jornal Tribuna Ribeirão em 22/07

Papa comemorou a resposta do Daerp:

Leia também:

Sancionada a lei de Papa que institui a Política Municipal de Segurança Hídrica

Papa critica Governo Nogueira por ‘fracasso’ com resíduos sólidos

Código de Obras ganha capítulo de Sustentabilidade, proposto por Papa

Indignado com desperdício de água, Marcos Papa cobra melhorias no Daerp

Plano Diretor: emenda de Papa garante desenvolvimento ordenado e protege zona Leste

Marcos Papa quer tirar do Plano Diretor autorização para captação de água do rio Pardo

 

Deixe o seu Comentário

comentários