Logradouro Público Nelson Mandela

900

Baixe aqui o projeto completo> Nelson Mandela LEI 13187-14

Neste momento em que a população brasileira vai às ruas manifestar sua vontade e resgatar a participação social, necessária a manutenção da Democracia ocorre o falecimento de Nelson Rolihlahla Mandela, líder mundial e modelo de liberdade, justiça e democracia.

Mandela nasceu em Mvezo, África do Sul, fundador do Congresso Nacional Africano Liga da Juventude (ANCYL) sendo posteriormente eleito como Secretário Nacional da ANCYL. Lançou a Campanha “Defiance”, uma grande campanha de desobediência civil contra o apartheid (regime que segregava racialmente os direitos políticos, sociais e econômicos) onde foi acusado por traição. Defendeu a militância pacífica até o massacre em Shaperville na qual 69 homens, mulheres e crianças são mortas e com cerca de 200 feridos; após isso Mandela começa a incitar greves gerais no país o que resulta em sua prisão onde teve uma pena inicial de cinco anos. Em um julgamento por sabotagem ele profere as seguinte palavras:

“Lutei contra a dominação branca e lutei contra a dominação negra. Eu estimo o ideal de uma sociedade democrática e livre na qual todas as pessoas convivam em harmonia e com oportunidades iguais. É um ideal que espero viver e alcançar. Mas, se for preciso, é um ideal pelo qual estou preparado para morrer”.

É condenado à prisão perpétua, continua sua militância na prisão, muitas vezes rejeitando ofertas de liberdade condicional. Nelson Mandela mergulhou em conversações oficiais para acabar com o governo da minoria branca e em 1991 foi eleito presidente do ANC para substituir o enfermo amigo Oliver Tambo. Em 1993, ele ganhou o Prêmio Nobel da Paz e em 27 de abril 1994 ele votou pela primeira vez em sua vida. Em 10 de Maio de 1994, foi declarado o primeiro presidente democraticamente eleito da África do Sul. Em seu 80 º aniversário, em 1998, casou-se com Graça Machel, sua terceira esposa. Fiel à sua promessa Nelson Mandela deixou o cargo em 1999, depois de um mandato como presidente. Ele continuou a trabalhar com o Fundo das Crianças Nelson Mandela ele montou em 1995 e estabeleceu a Fundação Nelson Mandela e da Fundação Mandela-Rhodes. Em abril de 2007 o seu neto Mandla Mandela tornou-se presidente do Conselho Tradicional Mvezo em uma cerimônia no Mvezo Great Place. Nelson Mandela nunca vacilou em sua devoção à democracia, igualdade e aprendizagem. Apesar da terrível provocação, ele nunca respondeu racismo com racismo. Sua vida tem sido uma inspiração para todos aqueles que são oprimidos e privados, a todos os que se opõem à opressão e privação.

Biografia extraída dos sítios (http://www.un.org/en/events/mandeladay/index.shtml e http://www.nelsonmandela.org/ )

Reconhendo os relevantes serviços prestados para a humanidade que se espera a aprovação da presente propositura.