Candidato à reeleição, o vereador Marcos Papa (Cidadania) assinou, dia 15, uma Carta de Compromisso com a Mobilidade Ativa e Sustentável em Ribeirão Preto. O documento foi proposto pelo MobiCicleta Coletivo de Ciclomobilidade de Ribeirão Preto.

Presidente da Comissão Permanente de Mobilidade Urbana da Câmara, Marcos Papa tem a mobilidade urbana entre as principais bandeiras de seu mandato.

O vereador é autor da Lei Municipal n° 14.361/2019, que inseriu a Semana da Mobilidade Urbana no calendário oficial de eventos de Ribeirão Preto. O evento, comemorado anualmente na semana do dia 22 de setembro – Dia Mundial Sem Carro – está em sua segunda edição. Devido a pandemia do Coronvírus, a Semana priorizou uma programação remota esse ano. No ano passado, a ampla e variada programação terminou com o histórico piloto da 9 de Julho Aberta, que reuniu mais de 10 mil pessoas.  

Papa divulgou a Carta de Compromisso em suas redes sociais e ressaltou o importante trabalho realizado pelo MobiCicleta. “Sim! Nosso mandato tem compromisso total com Mobilidade Urbana em todos os seus contextos. Me comprometi aqui a pensar na mobilidade a partir das pessoas! Essa parceria da sociedade civil com o Poder Público é fundamental para construirmos uma Ribeirão Preto boa pra todos! Contem comigo pessoal, vamos juntos!”, escreveu ao compartilhar a postagem do MobiCicleta.

Em um comentário na página do coletivo, o candidato à reeleição voltou a defender que Ribeirão tenha ciclovias interligadas e um Departamento de Mobilidade Não Motorizada – reivindicação formalizada junto ao Executivo, por meio de Indicação.  

Uma honra assinar essa excelente Carta Compromisso e ter, desde sempre, a força do MobiCicleta em nossas ações para que Ribeirão Preto seja dotada desse modal para segurança de quem depende da bike para trabalhar e aqueles que desejam usar a bicicleta por opção! Temos o desafio de tensionar junto à Prefeitura para que ela faça as interligações dos fragmentos de ciclovias já existentes e siga adiante. Nossa cidade precisa de um Departamento de Mobilidade Não Motorizada para deixar de ser uma cidade hostil ao pedestre e ao ciclista e, ao invés disso, ser uma cidade amiga das bicicletas e das pessoas que andam a pé!”, enfatizou o parlamentar.

Papa defende e cobra formalmente a criação do Conselho Municipal de Mobilidade e do Fundo Municipal de Mobilidade Urbana Sustentável. Leia abaixo!

Carta de Compromisso

Na Carta, Papa assume o compromisso de continuar buscando a melhoria das condições de mobilidade e qualidade de vida na cidade, aprovar somente o Plano de Mobilidade que esteja em concordância com a Política Nacional de Mobilidade Urbana, e seguir priorizando ações do mandato relativas à mobilidade urbana, ao transporte coletivo e às formas de mobilidade não-motorizada, favorecendo a democratização do acesso.

O candidato à reeleição também se comprometeu a continuar promovendo a participação da sociedade civil apoiando pelo mandato a criação e manutenção do Conselho Municipal de Mobilidade, garantindo o acesso fácil à informação e contribuindo para o estabelecendo de mecanismos efetivos de diálogo formal com a sociedade sobre programas, projetos e ações de interesse dos ciclistas.

Papa se responsabiliza a seguir promovendo leis que visem à implantação de medidas que promovam a redução o tempo de deslocamento, ao “acalmamento” do trânsito, que estimulem o uso dos modais ativos em detrimento do automóvel, aumentando as restrições de circulação e estacionamento em vias públicas com alta circulação de pedestres, ampliando calçadas e calçadões e dando prioridade absoluta aos investimentos no transporte coletivo e na mobilidade de pedestres e ciclistas.

Também foi compromisso assumido pelo presidente da Comissão de Mobilidade da Câmara continuar propondo emendas destinadas à mobilidade ativa e sustentável no orçamento municipal e seguir fiscalizando a priorização de pedestres, cadeirantes e veículos não motorizados na manutenção e na criação de novas vias, além de corredores específicos de transportes coletivos nas políticas públicas do Município.

Por fim, o vereador Marcos Papa se comprometeu a seguir fiscalizando o cumprimento do Plano Diretor no que tange à melhoria dos deslocamentos e priorização da mobilidade ativa e sustentável, continuar promovendo a discussão das questões relacionadas à mobilidade ativa e sustentável visando ao amplo acesso da população nas variadas instâncias a que tiver influência e seguir apoiando projetos de leis que já estão em tramitação no Legislativo, que valorizem a mobilidade ativa e que tenham tido amplo debate e participação da sociedade civil.

Leia também:

Deixe o seu Comentário

comentários