Presidida pelo vereador Marcos Papa (Rede), a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Câmara de Ribeirão Preto, que investiga casos de eutanásia praticados pela CBEA (Coordenadoria de Bem-Estar Animal), realizará uma reunião extraordinária nesta segunda-feira (3), às 15h, na Sala das Comissões.

O objetivo é investigar o caso de eutanásia de um cavalo realizada pelo motorista da clínica veterinária contratada pela Prefeitura para recolher animais de grande porte soltos em via pública. O caso, que ocorreu no bairro Branca Salles, foi denunciado por protetoras de animais e divulgado em primeira mão pelo SBT RP Verdade, na última semana.

Na matéria, o motorista Gilson Aparecido Alves de Campos diz a uma protetora que Carolina Vilela, responsável pela CBEA, havia solicitado que ele sacrificasse o cavalo e deixasse o corpo do animal no local para que depois a Coordenadoria recolhesse.

Carolina e Campos foram convocados pela CPI para prestarem depoimento nesta segunda-feira. Na mesma reunião devem ser ouvidas duas protetoras convidadas.

Para Marcos Papa, há indícios de novas ilegalidades cometidas pela CBEA. “Não vamos fazer pré-julgamento, mas aparentemente esse novo caso ilustra o que estamos repetindo 31: a Coordenadoria de Bem-Estar Animal é desorganizada e adota práticas em desacordo com a legislação. Isso é crime, frisou o presidente da CPI.

A reunião é aberta ao público e será transmitida, ao vivo, pela TV Câmara e reproduzida na página do vereador Marcos Papa: https://www.facebook.com/marcospapa/

Deixe o seu Comentário

comentários