O vereador Marcos Papa (Rede) usou a tribuna da Câmara, na sessão legislativa desta quinta-feira (7), para homenagear as mulheres em razão do Dia Internacional da Mulher. Em seu discurso, o vereador frisou que o dia 8 de Março não pode ser apenas uma “data protocolar”, mas, sim, motivo de reflexões e debates.

Após lembrar que o dia internacional marca a luta de operárias têxteis, que morreram queimadas, trancadas no galpão de uma indústria, em Nova York, após entraram em greve pedindo redução da jornada de trabalho, Marcos Papa defendeu a importância da diversidade e maior participação da mulher na política.

Marcos Papa também destacou uma lei municipal de sua autoria, que criou o Pacto pela Humanização do Parto, avanços e desafios da Lei Maria da Penha, principalmente no tocante à mulher negra, e ainda enfatizou como a falta de vagas em creches torna-se um impeditivo para que a mulher esteja inserida no mercado de trabalho.

Assista o discurso na íntegra:

 

Deixe o seu Comentário

comentários