O vereador Marcos Papa (Rede) usou a tribuna da Câmara, na sessão desta quinta-feira (28), para denunciar o abandono do Parque Roberto de Mello Genaro. A pedido de moradores do entorno, Papa visitou o Parque e constatou que o local hoje oferece grande risco à saúde pública, principalmente relacionado a dengue e a infestação de escorpiões.

“Há um pequeno lago que virou um gigantesco risco de dengue, é um problema gravíssimo de saúde pública. O parque está destruído, ele é pequeno, bem localizado, serviria de área de lazer para os moradores dos bairros vizinhos, mas transformou-se num verdadeiro inferno para os vizinhos, que precisam desentupir o esgoto a cada 60 dias e dedetizarem seus imóveis no mesmo prazo devido a invasão de escorpiões”, enfatizou Marcos Papa, emendando que o problema pode resultar em futuras ações de indenização.

O vereador Marcos Papa com a moradora Susana

Por meio de requerimento, Papa está cobrando providências urgentes do Executivo tanto para zeladoria do espaço quanto para reabertura do Parque. “Estamos no 26° mês da atual administração, não adianta mais colocar a culpa no governo anterior”, criticou.

Marcos Papa, que é presidente da Comissão Permanente de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Câmara, lembrou que o Parque Roberto Genro foi fechado pela gestão anterior após ele registrar um boletim de ocorrência denunciando a omissão da prefeitura diante dos constantes desmoronamentos da pedreira na época.

“Quando desbarrancava, não adiantava acionar a Prefeitura. Precisei registrar um boletim de ocorrência para que a administração se atentasse e a ex-prefeita, no outro dia, mandou fechar o Parque. Faz cinco anos que o Parque Genaro está fechado para desespero dos moradores. A Prefeitura não pode mais dizer que não tem dinheiro porque a obra de contenção de desmoronamento não é uma obra complexa, é uma obra simples de sustentação, e precisa providenciar a zeladoria com urgência”, ressaltou.

Deixe o seu Comentário

comentários