Por Monize Zampieri

Crítico ferrenho do transporte público de Ribeirão Preto, o vereador Marcos Papa voltou a fiscalizar o sistema, na manhã desta sexta-feira (6), e, por meio de fotos e vídeos, mostrou problemas enfrentados diariamente pelos usuários, como superlotação e atrasos nas linhas.  

Acompanhado de Letícia Raphael dos Santos, que é empregada doméstica e usuária do sistema, Marcos Papa embarcou no ônibus às 6h53, no bairro Campos Elíseos, e, após integração em uma van na Avenida Wladimir Meirelles, terminou sua viagem às 8h30 na Avenida Heráclito Fontoura Sobral Pinto, próximo ao Condomínio Saint Gerard.

O CALVÁRIO DO USUÁRIO

O CALVÁRIO DO USUÁRIO🚌🚏😤😡🤬❌ASSISTA ESSE VÍDEO!❌ Você não pode deixar de conhecer o calvário vivido pela Letícia e por outros milhares de usuários do sistema de transporte público de Ribeirão Preto. Acompanhei a maratona que ela faz diariamente para chegar ao serviço. 1h40 é o tempo que ela leva ao sair de um indecente ponto de ônibus na Rua José de Alencar, no bairro Campos Elíseos, e chegar no trabalho, na Avenida Heráclito Fontoura Sobral Pinto, usando como transporte um ônibus e uma van. O problema não é só a demora. É a super lotação e os frequentes atrasos. É revoltante! A Letícia gasta diariamente R$ 11,40 para ser transporta igual sardinha e ainda chegar atrasada no trabalho. Enquanto isso, seguem Transerp e Prefeitura fechando os olhos para os erros do Consórcio PróUrbano e virando as costas para a população. Absurdo, pessoal!

Posted by Marcos Papa on Friday, March 6, 2020

Esse percurso é feito diariamente por Letícia para ir e voltar ao trabalho. Mesmo gastando R$ 11,40 por dia com transporte, ela e outros milhares de usuários convivem com problemas, como superlotação e atrasos nas linhas. No sol ou na chuva, Letícia aguarda o ônibus e a van em “espetinhos”, chamados de pontos pela Prefeitura e pela Transerp.

Para o vereador, que já presidiu a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Transporte, as imagens e os relatos dos usuários desmentem discursos de autoridades e de representantes do Consórcio PróUrbano de que o transporte é bom em Ribeirão Preto.

“As imagens e os relatos desmentem aquele pessoal que nunca usa ônibus na vida, mas vai na TV e no rádio falar que o sistema é bom. Os usuários ficam espremidos em horários de pico e quando não tem como entrar o usuário precisa esperar o próximo ônibus e chega atrasado no serviço. É um calvário o que os usuários enfrentam todos os dias no transporte público de Ribeirão”, criticou o vereador Marcos Papa, que é o autor do mandado de segurança que resultou na redução da tarifa de ônibus em R$ 0,20.

Deixe o seu Comentário

comentários