Anote aí! As próximas edições do 9 de Julho Aberta serão realizadas nos dias 10 de novembro e 8 de dezembro. As datas foram definidas na última quinta-feira (10), durante uma reunião com o prefeito Duarte Nogueira, representantes dos setores da Prefeitura envolvidos, integrantes do Movimento Ruas Vivas e o vereador Marcos Papa (Rede), que, há um ano, discute o programa com a população e é o autor de uma indicação ao Executivo para implantação do Programa Ruas Vivas em Ribeirão Preto.

A alteração da data, que a princípio seria o último domingo de cada mês, deve-se a uma pesquisa feita pelo Movimento junto aos participantes. A preferência pelo segundo domingo do mês deve-se a proximidade do dia do pagamento da maioria das categorias.

“Fizemos a reunião de avaliação do 9 de Julho Aberta e é unânime o entendimento que foi um sucesso e que tem tudo para se perpetuar no município com vistas a sensibilização para mobilidade urbana e mobilidade ativa, ao fortalecimento da economia criativa, do comércio e dos artistas locais”, frisou Papa, que também é autor da Lei de incluiu a Semana da Mobilidade Urbana no calendário oficial de eventos do município.

Inspirada na Paulista Aberta, a 9 de Julho Aberta, que reuniu mais de 10 mil pessoas em seu projeto-piloto, pode ser expandida nas próximas edições. Carla Roxo, Matheus Guariz e Déborah Cavalcante, que representaram o Movimento Ruas Vivas na reunião, solicitaram ampliação do trecho da Rua Garibaldi até a Avenida Santa Luzia. No último dia 29 foi fechado para tráfego de veículos entre a Garibaldi e a Barão do Amazonas.

O prefeito solicitou ao superintendente da Transerp que estude a possibilidade de ampliação do trecho. Também será estudada pela Prefeitura a solicitação do Movimento para alteração do horário de funcionamento da 9 de Julho Aberta. No último dia 29, a Avenida ficou aberta para as pessoas das 8h às 15h. A proposta agora, seguindo o que ocorre em São Paulo, é que as próximas edições sejam realizadas das 10h às 18h.

Organizado pelo Movimento Ruas Vivas, o 9 de Julho Aberta tem apoio da Prefeitura, por meio da Transerp, Guarda Civil Metropolitana, Secretaria de Cultura, Secretaria de Esportes, Secretaria de Meio Ambiente, Coordenadoria de Limpeza Urbana e Defesa Civil.

Crédito da foto: Érico Andrade /G1

Ainda na reunião ficou definido que o Movimento e o vereador Marcos Papa darão sequência aos estudos para elaboração de uma minuta de projeto de Lei que discipline o Programa Ruas Vivas e trate de questões como, por exemplo, artistas de rua. Posteriormente, a Prefeitura estudará o material recebido e discutirá eventuais alterações antes de enviar o projeto da ser votado na Câmara.

Projeto-piloto da 9 de Julho Aberta realizado no último dia 29

Reunião pública

Na última quarta-feira, a Câmara foi palco para uma reunião pública que debateu o Programa, que abrange os projetos Rua Aberta, Vaga Viva e Pedestre Ativo. Representantes do Movimento Ruas Vivas conduziram a reunião pública, organizada pelo vereador Marcos Papa.

Reunião pública realizada na Câmara.
Crédito das fotos: Allan S.Ribeiro / Comunicação da Câmara

Deixe o seu Comentário

comentários