Em reunião com os vereadores, o prefeito disse que está analisando a contabilidade das empresas, que compõem o PróUrbano, como manda o contrato. Porém, as informações não batem! Tomamos conhecimento que duas empresas não pagaram o vale de 40% para 280 motoristas do transporte público justo num momento de pandemia”.

A declaração é do vereador Marcos Papa (Cidadania) e ocorreu durante a sessão da Câmara remota da última terça-feira, dia 23 de março. Na ocasião, o parlamentar também criticou a Administração pelas recorrentes aglomerações no transporte público.

A Prefeitura disse também que não pode fazer nada com relação as aglomerações em horários de pico. Discordo plenamente! Basta conferir a bilhetagem e mandar colocar mais ônibus em circulação”, enfatizou Papa, que é crítico ferrenho do atual sistema e já acionou Justiça e Ministério Público para tentar acabar com as aglomerações.

AssistaPapa critica atraso no vale dos motoristas e aglomerações no transporte público

Deixe o seu Comentário

comentários