“Temos pouco a comemorar e muito a fazer em Ribeirão Preto! A CPI da Eutanásia conseguiu avanços, mas com o passar dos meses observamos retrocessos na Coordenadoria de Bem-Estar Animal, que sequer está realizando castrações atualmente. Precisamos unir forças para mudar essa triste realidade!”.

A declaração é do vereador Marcos Papa (Rede), presidente da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Eutanásia, e refere-se ao Dia Mundial dos Animais, comemorado nesta sexta-feira (4). Em recente diligência na CBEA, realizada no dia 16 de setembro, Papa denunciou preocupantes retrocessos, como a suspensão das castrações e a redução de dois para um veterinário (veja vídeo abaixo).

“Nos assusta muito o retrocesso que o CBEA está vivendo pela ausência, por exemplo, do segundo veterinário, que tinha sido uma das conquistas da pressão que a sociedade fez junto com a CPI. Com dois veterinários aqui a Coordenadoria vinha fazendo entre 20 e 30 castrações por dia e hoje não é feita nenhuma”, lamentou.

Marcos Papa ainda acrescentou: “É uma perda, um retrocesso que nós não podemos aceitar. Há concurso em aberto, há médico veterinário aprovado em concurso, basta o prefeito chamar e nomear imediatamente. Não é nem uma questão de dias, é uma questão de horas, se houver vontade política”.

O presidente da CPI criticou a Transerp por “enrolar” na contratação de uma empresa para recolhimento de animais de grande porte soltos em via pública. Há 11 meses o município está sem esse serviço. O contrato anterior foi rompido por atraso no pagamento.

“O Código Nacional de Trânsito diz que a autoridade de trânsito do munícipio é a responsável pela contratação. A Transerp não pode ficar empurrando com a barriga: é judiação com os animais, tem gente morrendo em acidentes envolvendo animais soltos nas ruas e tem o cofre da Prefeitura sangrando”, atacou.

Segundo Papa, uma moradora de Jardinópolis acionou a Justiça contra a Prefeitura e quer R$ 12 mil de indenização por ter sofrido acidente envolvendo cavalo solto em via pública. “De quem que é a culpa? Da Transerp! O prefeito precisa ser mais enérgico com a Transerp, mandar contratar uma empresa imediatamente”, frisou.

O vereador também criticou o fato de a CBEA até hoje não estar informatizada, conforme a coordenadora Carolina Vilela chegou a anunciar que seria durante uma oitiva da CPI. “Até hoje a Coderp não providenciou um software para que haja um controle adequado na Coordenadoria de Bem-Estar Animal, como a CPI apontou necessário. É um absurdo”, destacou.

Por fim, Papa ressaltou sugestão feita por protetoras de animais para que parte do Fundo de Meio Ambiente seja usado para realização de uma campanha de castração em massa. “Se Ribeirão Preto não tiver um bom programa de castração de animal de rua continuaremos a enxugar gelo e torrar o dinheiro do contribuinte sem uma ação efetiva”, concluiu.

DIA MUNDIAL DOS ANIMAIS

DIA MUNDIAL DOS ANIMAIS🐕🐩🐖🐈🐎🐄Temos pouco a comemorar e muito a fazer em Ribeirão Preto! A CPI da Eutanásia conseguiu avanços, mas com o passar dos meses observamos retrocessos na CBEA (Coordenadoria de Bem-Estar Animal), que sequer está realizando castrações atualmente. Precisamos unir forças para mudar essa triste realidade!

Posted by Marcos Papa on Friday, October 4, 2019

CAUSA ANIMAL – Castrações de animais de rua interrompidas na CBEA pela ausência do segundo veterinário.

Posted by Marcos Papa on Monday, September 16, 2019

Deixe o seu Comentário

comentários