O desastre da vacinação dos autônomos da Saúde não pode se repetir na vacinação dos idosos. No dia 6 de janeiro, há um mês, me antecipei ao problema, oficiei o secretário de Saúde, senhor Sandro Scarpelini, sobre o planejamento para vacinação. Ele me garantiu e me mostrou cópia do programa: tudo estava bem organizado. Ainda mais inadmissível seria a reincidência no erro. O aprendizado tem que ter vindo agora”.

A declaração é do vereador Marcos Papa (Cidadania) em entrevista ao jornalista Helton Pimenta, no início da tarde desta sexta-feira (5)mais de quatro horas antes de a Prefeitura anunciar que a vacinação para os idosos com 90 anos ou mais deverá ser agendada pela internet ou telefone e que serão disponibilizadas nas 36 salas de vacinação.

Em que pese ontem ter melhorado porque a vacinação passou para a Recreativa, e parabéns para a Recra por ter cedido o espaço, a Prefeitura está errando demais. Um médico, que estava acompanhando a esposa, morreu na fila. Não dá para uma pessoa ficar quatro, cinco horas na fila no sol de 40 graus. Estamos conversando com o secretário de Saúde, que é um bom secretário, mas que na questão dos autônomos está falhando. A Secretaria tem que se organizar. Todo mundo usa um smartphone. Não tem desculpa para não agendar”, acrescentou Papa, enfatizando que a vacinação na comunidade hospitalar foi organizada – realizada antes dos autônomos.

https://youtu.be/bxh_fiJGM30

Segundo o vereador, o único temor que o secretário da Saúde revelou na reunião, no dia 6 de janeiro, era com a quantidade de doses da vacina disponíveis. Ainda na entrevista, Papa criticou a Prefeitura por fazer uma “fiscalização seletiva” e mencionou bares que estariam descumprindo as regras do Plano São Paulo enquanto outros cumprem à risca. O vereador também atacou aglomerações no transporte público.

Além de classificar o Ministério da Saúde como acéfalo e de lunático o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, Papa criticou fake News e o desrespeito à ciência.É muita desinformação. O Brasil sempre foi um país de muitos técnicos de futebol. Uma coisa é dar palpite no futebol, outra é falar de medicina, microbiologia e infectologia. Palpiteiros causaram a morte de muita gente”, lamentou.

Sessão legislativa

Papa já havia se posicionado com relação a vacina durante a sessão desta quinta (4) ao votar favorável a um requerimento de urgência para votação, na próxima semana, de um projeto de Lei que declara algumas atividades do município como essenciais.

Votei sim a urgência por entender o desespero dos comerciantes e de todos aqueles que precisam produzir. Minha família tem restaurante, tem profissionais da área da Saúde, na linha de frente, também enfrentamos essas dificuldades, mas não podemos esquecer que essa Casa precisa estar atenta a questão da constitucionalidade. Voto sim a urgência, mas não entendo que é de competência do Legislativo propor um projeto dessa natureza”, enfatizou Papa, que é presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico.

Para o vereador, Legislativo, Executivo e sociedade civil precisam unir forças e pressionar o Governo Federal a comprar vacinas.É a vacinação da população que vai trazer a economia de volta com segurança e com respeito a vida. 50 países estão vacinando desde dezembro porque não boicotaram o consórcio de países que comprou vacinas. Ao invés de ficar boicotando as ações de combate a pandemia, ao invés de ficar hostilizando a China, nosso principal parceiro comercial, ao invés de ficar desinformando a população, a ponto do Twitter ter que excluir publicação do presidente e do ministro da Saúde, temos que nos unir e fazer com que eles comprem vacina”, frisou.

Papa finalizou: “Parece que acordaram. Faz um ano que estamos falando de pandemia, a população está morrendo, comércio fechando, empresa quebrando e o lunático do ministro da Ciência agora disse que vai fazer uma vacina brasileiro que ficará pronta em setembro. Em setembro já morreram 400 mil pessoas. Então o Governo tem que acordar e comprar vacina, é isso que vai salvar vidas e trazer a economia de volta”.

Imagem: Reprodução sessão da Câmara

Serviço

A vacinação para pessoas com 90 anos ou mais acontecerá de 8 a 12 de fevereiro, das 8h30 às 15h, nas 36 salas de vacinação das unidades de saúde do município.

O agendamento para vacinação é obrigatório e precisa ser feito pela internet (www.ribeiraopreto.sp.gov.br) ou pelo Disque Covid (3977-9441 ou 3977-9442).

Deixe o seu Comentário

comentários