A superintendente da Coderp, Guatabi Bernardes Costa Bortolin, e a chefe da Unidade de Vigilância em Zoonoses, Maria Lúcia Biagini, terão que prestar esclarecimentos à Câmara nos próximos dias. Propostas pelo vereador Marcos Papa (Rede), as duas convocações foram aprovadas pelo plenário, na sessão desta terça-feira (9).

Marcos Papa, que é presidente da Comissão Permanente de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Câmara e integrante da Comissão Permanente de Finanças, Orçamento, Fiscalização, Controle e Tributária, usou a tribuna para justificar e pedir a aprovação das convocações. Assista o discurso na íntegra feito da tribuna: 

“Um aumento de 450% nos ataques de escorpiões não é normal em lugar nenhum do mundo. Precisamos saber o que está sendo feito em Ribeirão Preto, quem são os responsáveis, quais providências já foram tomadas, precisamos entender melhor essa infestação”, ressaltou Papa referindo-se a convocação de Maria Lúcia.

Ainda na tribuna, Marcos Papa enfatizou denúncias de infestação de escorpiões em escolas e creches e o caso de um munícipe que foi picado por um escorpião dentro do Pronto Socorro (PS) Central, no mês passado.

O vereador também explicou que a convocação de Guatabi deve-se ao projeto do Executivo, já protocolado no Legislativo, que pretende parcelar em 20 meses uma dívida da Prefeitura com a Coderp de R$ 28 milhões.

“A Casa está estudando esse projeto, mas precisamos entender direito isso, não é questão de autorizar ou não agora, mas uma sabatina para entendermos esses processos, como se acumularam essas dívidas, que serviços foram prestados e quais são os planos da Coderp para sair dessa situação. Essa Casa tem que ter os números nas mãos”, frisou Marcos Papa. Diante da aprovação das duas convocações em plenário, a Câmara marcará para os próximos dias sessões extraordinárias para as respectivas sabatinas.