Presidente da Comissão Permanente de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Câmara de Ribeirão Preto, o vereador Marcos Papa (Rede) participou da abertura da 26ª edição da Agrishow, a Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, nesta segunda-feira, dia 29 de abril, no Polo Regional de Desenvolvimento Tecnológico.

Considerada a maior feira do agronegócio da América Latina, a Agrishow deve atrair 159 mil visitantes, além de representantes de 83 países. Mais de 800 marcas nacionais e internacionais expõem, até sexta-feira (3), o que há de mais moderno em tecnologia agrícola. A expectativa é que a feira movimente de R$ 3 bilhões em negócios esse ano.

Prestigiei a abertura da nossa Agrishow pela importância que essa feira tem para a nossa região, para o Brasil, para a nossa economia, para geração de renda e de empregos. Devemos prestigiar o agronegócio que pesquisa a produtividade do solo, a produtividade das sementes e a recuperação dos solos degradados para que não precisemos desmatar para produzir”, frisou.

Para Marcos Papa, o Brasil precisa mostrar ao mundo que consegue produzir sem desmatar e ao mesmo tempo punir quem desmata deliberadamente para produzir. “A nossa tecnologia já permite com a recuperação de solos degradados, cujo estoque é de milhões de hectares no Brasil, a produção sem necessidade de desmate”, destacou.

O presidente da Comissão de Meio Ambiente ressaltou que o desrespeito ao meio ambiente pode custar muito caro a todos. “São ecossistemas sofisticados que a natureza levou milénios para construir e que regulam, por exemplo, o nosso regime de chuva na região Sudeste do País. Então não podemos agir deliberadamente sem pensar na questão ambiental”, ponderou.

Marcos Papa ainda acrescentou: “Há como conjugar a questão ambiental com a questão da produção, de forma que estejam em harmonia produzindo empreendimentos, riquezas, empregos e renda e ao mesmo tempo preservando a vida. A ciência já evoluiu a ponto de poderem caminhar juntos: o desenvolvimento econômico e a preservação do meio ambiente”.

Deixe o seu Comentário

comentários