Saúde não pode depender de calendário eleitoral

83
Crédito da foto: Divulgação / Marcos Santos / USP

Saúde não pode depender de calendário eleitoral

É bem-vinda a contratação de profissionais de Saúde pelo HC, mesmo que o procedimento repita atitudes de outros governos de fazê-lo em ano eleitoral.

Continuamos com o nosso pleito para que o HC exerça em plenitude a autonomia financeira e administrativa que possui e não dependa de canetadas para manter as equipes multidisciplinares de saúde entrosadas e ativas.

Saúde é coisa séria não pode depender de calendário eleitoral.

Marcos Papa

Vereador

A declaração deve-se ao anúncio feito, em meados de dezembro, pelo vice-governador Rodrigo Garcia, sobre autorização de repasse de R$ 33 milhões para o Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto. O recurso será usado para contratação de 416 profissionais de Saúde.  

Papa defende alteração no Decreto Estadual n° 61.466/2015, de autoria do então governador Geraldo Alckmin, que dispõe sobre a admissão, a contratação de pessoal e o aproveitamento de remanescentes na Administração direta, indireta e fundacional do Estado de São Paulo, e impede o chamamento automático de aprovados em concursos públicos até mesmo em hospitais de alta complexidade, como o nosso HC.

Em reunião com o atual governador, em maio de 2021, Papa solicitou a João Doria que edite um novo decreto alterando o artigo 2° do anterior, de modo a excetuar desse regramento, além das universidades públicas estaduais, os hospitais de alta complexidade com autonomia financeira e orçamentária próprias, como é o caso do Hospital das Clínicas.