Baseado no mesmo tema escolhido pela ONU para o Dia Mundial da Água, o evento ouviu especialistas em uma discussão para pautar políticas públicas no tratamento de Águas Residuárias na cidade.

O vereador Marcos Papa organizou no último dia 22 de março o I Fórum da Água, na Câmara Municipal. O evento, que marcou o calendário de comemoração ao Dia Mundial da Água na cidade, tratou sobre o tema Águas Residuárias –  mesma definição da ONU para a data em 2017.  O Fórum da Água contou com a participação de autoridades da cidade sobre água e meio ambiente, além de palestrantes renomados no assunto, para orientar sobre a necessidade da garantia de utilização sustentável dos recursos hídricos em Ribeirão Preto. Durante o evento, o vereador destacou uma lei de sua autoria, apresentada um dia antes na Câmara, que cria o Plano Municipal de Segurança Hídrica do município.

As discussões do Fórum devem expandir os horizontes para o tratamento de águas residuárias e estudar novas tecnologias que possam ser aplicadas ao município, além de explorar quais ações poderão ser tomadas para melhoria desta área na cidade.  Entre os especialistas que participaram do evento, estão o Dr. Carlos Eduardo Alencastre – Diretor do DAEE e Presidente da AEAARP -, o Eng. Danilo Resende – representando o DAERP -, Marcelo Maçonetto – Gerente regional CIESP Ribeirão Preto – e José Roberto Bonetti – Diretor do departamento de Gestão Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.  O evento contou também com duas palestras, a Engenheira ambiental, Dra. Priscila Rosseto Camiloti, que apresentou uma palestra com o tema ”Produção de hidrogênio e metano a partir de resíduos agroindustriais” e o Prof. Dr. Marcelo Pereira de Souza, com o tema “Política e as águas residuárias”.

Para Papa, que também é presidente da Comissão Permanente de Meio Ambiente da Câmara Municipal, o I Fórum da Água abriu a discussão do tema na cidade, já com sugestões sérias para a realização de uma política efetiva. “Tudo o que foi apresentado e debatido neste evento servirá de base para propor ações concretas, para encontrar o melhor caminho para o aproveitamento dessa água na cidade”, alerta o vereador.

O I Fórum da Água foi um dos eventos realizados ao redor do mundo no Dia Mundial da Água, que constou no site da ONU entre as ações da entidade para data. Todo material apresentado durante o evento será publicado no site www.marcospapa.com.br.

Plano Municipal de Segurança Hídrica

Durante o evento, o vereador destacou um Projeto de Lei de sua autoria que institui a Política Municipal de Segurança Hídrica composta pelo conjunto de políticas, planos, programas, projetos e iniciativas relacionadas com a proteção, preservação, conservação, recuperação, manejo, prestação dos serviços públicos pertinentes e demais ações de interesse local concernentes às águas, e respectivas áreas de interesse hídrico, no território do município. O PL, que partiu de uma discussão com a Ong Aliança pela Água, foi protocolado na Câmara Municipal no dia anterior ao evento, justamente para chamar a atenção para a sua importância. “É indispensável que analisemos a questão da água com um olhar no futuro; esse é um dos nossos maiores bens naturais e precisa ser cuidado”, alerta Papa.

Deixe o seu Comentário

comentários