É FALÁCIA que o transporte público pode parar em Ribeirão Preto se a Câmara não autorizar a Prefeitura a repassar R$ 17 milhões ao Consórcio PróUrbano. O transporte público é OBRIGAÇÃO da Prefeitura, que até pode terceirizar, como fez com o PróUrbano, mas não deixar o serviço suspenso se as empresas pararem.

NENHUM motorista perderá o emprego se o prefeito intervir no Consórcio e nomear um interventor. Estão usando os motoristas para CHANTAGEAR a Câmara para que aprovemos esse repasse milionário ao PróUrbano. Prefeitura, Transerp e Consórcio NUNCA se preocuparam com os motoristas e já cansei de mostrar isso!! 

O posicionamento do nosso mandato repercutiu amplamente na imprensa. Assista!!

Deixe o seu Comentário

comentários