Marcos Papa assina carta-compromisso com “Cidades Sustentáveis”

2000

O vereador Marcos Papa, candidato a Deputado Federal pela Rede, assinou uma carta-compromisso com o Programa “Cidades Sustentáveis”. Para Marcos Papa, que está em seu segundo mandato e foi o segundo vereador mais votado na última eleição, como defensor da sustentabilidade, é uma honra assinar tal documento.

São as doze diretrizes, que estão alinhadas aos objetivos da ONU que norteiam o trabalho na Câmara Federal e levam a observar indicadores e práticas exemplares do Banco de Boas Práticas do Programa, aprimorando assim a atividade legislativa.

Entre outras condutas, Marcos Papa assumiu o compromisso de mobilizar os deputados da bancada dele e partidos aliados para a aprovação de projetos que contribuam para reduzir as desigualdades econômicas no Brasil. Precisamos ter uma sociedade mais justa, igualitária e sustentável”, frisa.

Papa se compromete também a levar essa mesma mobilização em prol da aprovação da Proposta de Emenda à Constituição que institui a obrigatoriedade de elaboração e cumprimento do Plano de Metas pelos poderes executivos municipal, distrital e federal com base nas propostas da campanha eleitoral.

Sendo eleito Deputado Federal, Marcos Papa também prometeu acompanhar e fiscalizar a execução do Plano de Metas, a ser realizado pelo Poder Executivo Federal. Este Plano irá promover o desenvolvimento sustentável com critérios de erradicação da miséria, inclusão social, redução das desigualdades regionais e sociais, promoção e defesa dos direitos fundamentais individuais e sociais da pessoa humana.

“E também a promoção do meio ambiente ecologicamente equilibrado, mitigação e adaptação às mudanças climáticas e transparência e ética na gestão pública”, completou Papa, que tem a ética e a coragem como duas de suas principais bandeiras, junto com o combate à corrupção.

Papa destaca o compromisso de adotar os princípios da Lei de Acesso à Informação e da Parceria para Governo Aberto, relativos ao orçamento e às decisões da administração pública durante o seu mandato. “É uma forma de fortalecer a transparência e a prestação de contas à sociedade”, conclui Papa.

 

Precisamos falar sobre cidades sustentáveis, porque a população urbana cresce constantemente e sua pegada ecológica é grande. Necessitamos de políticos com atenção nos objetivos de desenvolvimento sustentável, obrigando cidades a terem planos, metas e indicadores. #PapaFederal #CidadesSustentáveis #1800

Posted by Marcos Papa on Friday, September 28, 2018