O vereador Marcos Papa (Cidadania) seguirá como presidente de três importantes Comissões Permanentes da Câmara de Ribeirão Preto em 2021: Transparência, Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico. As composições foram definidas e anunciadas na sessão legislativa desta terça-feira, dia 2 de fevereiro.

Algumas comissões tiveram a nomenclatura alterada devido a junção com outras. É o caso da Comissão de Meio Ambiente e Sustentabilidade que se somou a de Mobilidade Urbana passando a “Comissão de Meio Ambiente, Sustentabilidade e Mobilidade Urbana”.

A Comissão de Desenvolvimento passou a ser “Comissão de Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico, Relações Internacionais e de Consumo”, e a de Transparência agora é “Comissão de Transparência e Legislação Participativa”.

Papa também foi eleito vice-presidente da Comissão de Defesa e Direito dos Animais. Em entrevista ao vivo ao SBT, nesta quarta-feira (3), Papa destacou pautas importantes que terão continuidade por meio das três comissões que seguirá presidindo.

Sabemos que o Brasil está muito atrasado na vacinação contra o Covid-19 e vamos cobrar uma aceleração nos procedimentos. Interessa a Ribeirão Preto essa vacinação para que a nossa atividade econômica volte ao normal e para que possamos estudar o que impede as empresas de investirem mais Ribeirão Preto a fim de que tenhamos mais desenvolvimento econômico e empregos”, frisou o parlamentar ao SBT.

Para Papa, a Prefeitura precisa tirar do papel o Plano Estratégico de Arborização das Áreas Verdes.Temos muitas áreas verdes abandonadas e o ribeirão-pretano aguenta calor de 40°C”, enfatizou. “Temos que entender também por que ainda temos aglomeração nos ônibus. Em meio de pandemia, comércio fechado, serviços fechados, nossos estudos mostram que a Transerp vem erroneamente permitindo a redução de linhas e, por isso, estamos assistindo aglomerações com muita indignação, acrescentou.

Por fim, Marcos Papa ressaltou que dará continuidade aos trabalhos na Comissão de Transparência. “A primeira tarefa nossa será derrubar o veto do prefeito a nossa lei que manda publicar os estudos que embasam projetos de leis importantes, como Diretrizes Orçamentárias, Orçamento e o Plano Plurianual. Iniciamos essa Legislatura com essa obrigação de derrubar o veto do prefeito”, concluiu o vereador.

Deixe o seu Comentário

comentários