Realizada na última quarta-feira (7), a Audiência Pública pela Primeira Infância reuniu importante público na Câmara de Ribeirão Preto, com o objetivo de debater as diretrizes para elaboração de um Plano Municipal pela Primeira Infância.

“Temos um manancial de saberes muito consistente, que pode estar a serviço de uma política pública de muita qualidade para a primeira infância, mas que depende da ação do atual governo em conjunto com a Câmara e com a sociedade para que seja consignado em documento, em lei, e a gente depois trabalhe para efetivamente implementá-la”, frisou o vereador Marcos Papa (Rede), organizador da audiência.

Vereador Marcos Papa, organizador da Audiência Pública / Crédito das fotos: Aline Pereira

Indicadores e pesquisas acadêmicas

Segundo Marcos Papa, a audiência reforçou a importância das pesquisas acadêmicas sobre a Primeira Infância e a necessidade de criação e monitoramento de indicadores.

“Tivemos a constatação de que hoje a atenção à primeira infância deixa muito a desejar. Todos queremos uma cidade mais humana, mas nem todos estamos envolvidos ou dedicados em dar à primeira infância as prioridades que ela necessita para que nós venhamos a ter uma cidade mais humana”, ressaltou o parlamentar.

Ainda segundo Papa, o próximo passo será criar um coletivo para acompanhar, colaborar e monitorar a criação do Plano Municipal pela Primeira Infância, que será realizada nos encontros do Pacto Social pela Primeira Infância. Um fórum temático foi marcado para o dia 6 de fevereiro de 2019, às 17h, na Sala das Comissões da Câmara.

Maria Beatriz Martins Linhares, representando a Fundação Maria Cecília Souto Vidigal
Márcia Motta, representando o secretário de Saúde, Sandro Scarpelini
Bruno César da Silva, defensor público
Adriana Silva, diretora do Instituto Ribeirão 2030

Autoridades e especialistas

Dentre as autoridades e os especialistas que participaram da abertura e da mesa na Audiência Pública pela Primeira Infância estão: Márcia Motta, representante da Secretaria Municipal de Saúde e do grupo que está elaborando o Plano Municipal pela Primeira Infância, Bruno César da Silva, defensor público, Maria Beatriz Martins Linhares, professora Livre-Docente do Departamento de Neurociências e Ciências do Comportamento da FMRP/USP e do Laboratório de Pesquisa em Prevenção de Problemas de Desenvolvimento e Comportamento da Criança e Núcleo de Ciência pela Infância, representando a Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, Adriana Silva, diretora do Instituto Paulista de Cidades Criativas e Identidades Culturais e diretora do Instituto Ribeirão 2030, e Katia Miguel Colus, docente na Unaerp, especialista em Psicologia e Educação Infantil.

Joana Dalva Sabino Vieira Semprini – diretora do Departamento de Proteção Social Básica, representando o secretário de Assistência Social, Guido Desinde Filho
Katia Miguel Colus – especialista em Psicologia e Educação Infantil
Leandro Malagutti – representando a secretária de Educação, Luciana Andrade Rodrigues Silva
Luciana Gasparini – representando a secretária de Cultura, Isabela Pessotti

Assista a audiência pública:

Deixe o seu Comentário

comentários