Com o objetivo de ampliar a coleta seletiva, o vereador Marcos Papa (Rede) está propondo ao Executivo a criação do Programa “Recicla Ribeirão”. A proposta é informar e conscientizar por meio de um site que seria desenvolvido em parceria com a concessionária responsável pela coleta, a Estre SPI Ambiental SA, sob a regulação da Coordenadoria de Limpeza Urbana e das Secretarias de Meio Ambiente e de Educação.

“A ideia da plataforma online com estratégias de comunicação visual é informar e promover conscientização e educação ambiental junto à população, aumentando assim a reciclagem do lixo e reduzindo o descarte irregular. Queremos envolver a sociedade nas questões dos resíduos sólidos”, frisou o vereador Marcos Papa, que é presidente da Comissão Permanente de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Câmara de Ribeirão Preto.

A proposta do vereador é inspirada no Programa “Recicla Sampa”. O site seria uma ferramenta colaborativa onde a população poderia acessar os horários em que ocorrem as coletas por bairro e regiões, fazer downloads de materiais gráficos e tutoriais de como separar corretamente os resíduos, além de ter acesso às informações sobre todo o processo de coleta e dicas de como reaproveitar materiais.

Se o programa for implantado pela Prefeitura, os munícipes também poderão localizar no site os endereços dos pontos de coleta para descarte de itens, como, óleo de cozinha, eletrônicos, eletrodomésticos, remédios, entre outros, assim com o dos pontos de entrega voluntária de recicláveis e Ecopontos espalhados pela cidade.

Na indicação enviada ao Executivo, Marcos Papa destaca a importância da coleta seletiva para o meio ambiente e reforça que o serviço ainda é muito precário no município. “Ribeirão Preto assumiu compromisso com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU e até o momento muito pouco está sendo realizado para alcançarmos as metas”, enfatizou, emendando que “faltam informações e transparência”.

Ampla divulgação
Papa acrescentou que a expansão da coleta seletiva anunciada pela Prefeitura para ter início no mês passado – de 27 para 129 bairros – prevê que a contratada realize ampla divulgação dos serviços através de panfletos e meios de comunicação.

Em discurso na tribuna da Câmara, na sessão do dia 9 de maio, Papa cobrou a divulgação prevista em contrato. “Essa expansão ainda não chegou até o munícipe e o contrato já está vigindo. Por que a Estre ainda não está fazendo essa ampla divulgação e por que a Prefeitura não está exigindo que a Estre faça essa ampla divulgação? A Prefeitura precisa cumprir o contrato recém-assinado com a Estre, não está cumprindo”, ressaltou.

Ainda na tribuna, Papa acrescentou: “Além da questão ambiental, coleta seletiva é uma questão econômica. Cada quilo de lixo reciclado é dinheiro que fica no cofre da Secretaria da Fazenda. Não é de interesse público que nós mandemos caminhões de lixo reciclável para Guatapará, que tem o custo por peso de coleta e transbordo, sendo que isso pode ficar aqui gerando renda, gerando emprego e preservando o meio ambiente”.

Veja o resumo apresentado em plenário: Coleta Seletiva

Assista o discurso de Marcos Papa na tribuna: