Lagoa do Saibro: obra foi varrida pra baixo da água

959

ALERTA

Na manhã de 1º de setembro deste ano, o vereador Marcos Papa esteve no complexo da Lagoa do Saibro para verificar uma grave denúncia: segundo moradores, um grande volume de água limpa estaria enchendo a lagoa lateral – nascente do córrego Palmeiras. O que parece bom é, na verdade, é um prejuízo ambiental.

Com o assoreamento (redução da profundidade normal) causado por entrada irregular de terra e detritos que chegaram junto com esgoto e águas servidas sem contenção, esta segunda lagoa chegou a ser considerada uma “lagoa perdida”. O MP interferiu no processo e deu prazo para a prefeitura realizar obras de revitalização, todas indicadas pela Cetesb e que culminariam no desassoreamento (recuperação no nível adequado pela retirada dos detritos acumulados).

20140702_153432

Aproveitando a estiagem (imagem acima) , essa recuperação seria relativamente fácil e mais barata com a entrada de máquinas pesadas em solo seco. No entanto, há mais ou menos 15 dias, a lagoa foi se enchendo de água (imagem abaixo), o que, “coincidentemente”, atrapalhou as possíveis obras.

IMG_8329

Em resumo, parece que a Prefeitura começou não agindo direito, ao permitir que a lagoa se enchesse de terra e detritos e depois, quando já era obrigatório limpar a sujeira, a água apareceu. Essa cadeia de falta de qualidade na gestão acaba refletindo um grande desrespeito ao meio ambiente, à população, à economia local e às instituições sérias que se preocupam com o Complexo da Lagoa do Saibro e tudo que este espaço poderia gerar de bom para nossa cidade e região.

Enquanto os moradores continuam suspeitando de ato proposital da prefeitura, Papa e um dos representantes locais, o Sr. Waldemar Barros, lavraram boletim de ocorrência. Com isso, esperavam que a Prefeita se manifestasse publicamente. “Seja um ato proposital para impedir as obras, dano na rede ou lançamento clandestino, a Prefeita precisa apontar as responsabilidades. Clamamos pela Lagoa do Saibro há tempos, o MP já está envolvido e cheguei até a promover o encontro de Secretários municipais com a população, buscando o diálogo. Não é aceitável que essa conveniente cheia da lagoa tenha passado desapercebida”, afirmou Papa.

IMG_8307

Em nota à imprensa, divulgada pelo jornal A Tribuna (3/9/14), a Prefeita explicou que a prefeitura “tem feito acompanhamentos diários no local com técnicos do meio ambiente”. No entanto, na mesma nota publicada, afirmou que os técnicos iriam até a Lagoa para verificar se realmente houve aumento do nível de água. Como assim? As imagens não mentem e toda essa água não apareceria do dia para a noite! Se o acompanhamento fosse tão assíduo e cuidadoso, como a Prefeita defende, certamente o problema teria sido detectado em seu primeiro dia.

IMG_8348

Entenda a complexidade da situação clicando aqui.